Vice-Presidente da República recomenda actualização no sistema de avaliação de desempenho na Administração Pública

  •   Ter, 30 de julho de 2019, 4:53
  •   424 Views
  •   0
  •    

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa recomendou hoje, em Luanda, a revisão do sistema de avaliação de desempenho da Administração Pública, por se encontrar desactualizada.

O Vice-Presidente ordenou ainda que se faça no quadro orgânico do pessoal, a mobilidade dos técnicos dos organismos centrais, para reforçar os serviços municipais, atendendo aos novos desafios do futuro.

Bornito de Sousa fez essas declarações, durante a visita efectuada, nas instalações do Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social (MAPTSS), com objectivo de constatar o nível de organização e funcionamento dos serviços afectos ao pelouro.

Bornito de Sousa teve acesso a organização dos processos de trabalho, do sistema de modernização da Segurança Social, obteve conhecimento dos métodos tecnológicos que têm sido implementados para a inscrição dos contribuintes e dos segurados.

O Vice-Presidente da República, durante a visita, esteve acompanhado dos membros do seu gabinete e foi recebido pelo ministro Jesus Maiato, secretários de Estado e directores nacionais.

Durante a visita, Bornito de Sousa foi informado sobre os aspectos ligados a organização do MAPTSS, de acordo com o Decreto Presidencial nº 33/18 de 08 de Fevereiro, tendo atenção aos seis eixos de responsabilidade do sector no âmbito do Plano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022 (PDN).

Foi-lhe também apresentado o plano de modernização administrativa, estudo sobre a Macro Estrutura da Administração Pública Angolana, nos domínios da organização da Administração Pública, Gestão de Recursos Humanos e Políticas Tecnológicas.

Recebeu ainda explicações sobre a expansão da rede de Serviços Integrado ao Cidadão (SIAC), que num período de 12 anos, concretamente, entre 2007 á 2019, conta hoje com 16 unidades.

No domínio da Segurança Social foi demonstrado ao Vice-Presidente da República, o caminho para a modernização do Sistema de Protecção Social Obrigatória, para uma acção melhor e diversificada, que inclui mais contribuintes e segurados numa economia em desenvolvimento, preservando a sustentabilidade do sistema.

O MAPTSS apresentou ao Vice-Presidente, que prevê aumentar a população efectivamente coberta pela Protecção Social Obrigatória, reforçar a capacidade de gestão, de sustentabilidade financeira da Protecção Social Obrigatória e reforçar o Instituto Nacional de Segurança Social para o cumprimento da sua missão.

O Vice-Presidente da República foi também informado sobre o processo de atendimento via Whatsapp, onde num período de três meses, registou-se 19.424 cidadãos, na obtenção de informações para pagamentos de prestações da Segurança Social.

O INSS apontou como metas para o futuro, através das novas plataformas tecnológicas, a realização em breve da prova de vida pelo reconhecimento facial. Enquanto que o cartão de assegurado poderá ser impresso pelo trabalhador ou empregador, em qualquer hora, momento do dia e a parte do país onde estiver, desde que tenha acesso à plataforma da instituição.

Fonte: GCII/MAPTSS

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »