Cinfotec começa ser construído este ano no Huambo

  •   Qua, 24 de abril de 2019, 6:07
  •   816 Views
  •   0
  •    

A província do Huambo conta a partir deste ano, com o um Centro Integrado de Formação Tecnológica (Cinfotec), que vai reforçar o Sistema de Formação Profissional, na Região Sul do país.

A construção do Cinfotec faz parte de uma doação do Governo da República Popular da China ao Governo da República de Angola. O acordo foi rubricado pelo director-geral do Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional, Manuel Mbangui e o conselheiro económico e comercial da Embaixada da China em Angola, Li Yong Jun.

Avaliado em cerca de 26 milhões de dólares e com capacidade de albergar 600 alunos num único período, além do Huambo, o centro vai atender as províncias do Bié, Huíla e Benguela. A construção da infra-estrutura está reservada para uma área de dois hectares.
Jesus Maiato garantiu, que neste momento, está ser feito o levantamento das condições para o início da execução da obra por 15 técnicos chineses.

O ministro considera que o centro reforça a rede de centros públicos. “É papel do Sistema de Formação profissional garantir ao cidadão em idade activa, a formação e fazer com ele esteja preparado para o mercado de emprego”, disse.

Jesus Maiato afirmou que o novo Cinfotec vai também contribuir para os objectivos do Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE), agregando valores no sector tecnológico na província do Huambo, pelo facto de ser uma cidade universitária e ter um Pólo Industrial.

O embaixador da China, Gong Tao, garantiu que as obras vão começar o mais breve possível. “O orçamento previsto do projecto é de cerca de 26 milhões de dólares, incluindo o edifício principal, os laboratórios, a base de treinamento, edifícios auxiliares e equipamentos de alta tecnologia”, disse.

O embaixador considera que o país prospera quando os seus jovens têm força e o emprego dos jovens e a formação de quadros são um dos focos do Plano Nacional de Desenvolvimento 2018-2020.

“Esperamos que o Cinfotec Huambo satisfaça as necessidades de formação dos quadros da província e de outras vizinhas, tornando-se assim, uma base de formação no Sul de Angola”, realçou.

O Cinfotec foi concebido pela primeira vez em Luanda, Talatona, em 2008, o segundo inaugurado no Rangel em 2017. As infra-estruturas foram preparadas como centro de excelência no domínio das tecnologias aplicadas, vocacionado para a formação e qualificação técnica de profissionais para o mercado de emprego.

Com excelentes condições tecnológicas e profissionais qualificados, o Cinfotec veio responder a necessidade das empresas e particulares, concretamente, estudantes e cidadãos à procura do primeiro emprego, na busca de formação profissional qualificada.

O perfil de entrada dos formados do Cinfotec é de 16 anos, com habilitações literárias até a 10ª classe. Na instituição, estão disponíveis cursos de Electricidade Básica, Metrologia Eléctrica, Electrónica Analógica Aplicada, Energia renovável, energia Solar, Energia Eólica, Energia Térmica, Desenho Técnico, Projecto de Instalação de Sistema de Energia Renováveis e Manutenção de sistema de Energia renováveis.

Fonte: GCII/MAPTSS

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »