Ministro reitera apoio a formação profissional

  •   Qua, 14 de agosto de 2019, 1:28
  •   1909 Views
  •   0
  •    

O ministro da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Jesus Maiato reiterou, no Bengo, o apoio contínuo do seu pelouro aos jovens empreendedores, através de micro créditos e kits profissionais.

Jesus Maiato procedeu a entrega de máquina de costura eléctrica e manuais a jovens formados em empreendedorismo no Centro de Profissional de Caxito, tendo incentivado a juventude a apostar no empreendedorismo de forma a criarem os seus próprios negócios.

Na ocasião, o secretário da Associação Angolana dos Profissionais de Artes e Ofícios, Pascoal Augusto, agradeceu o gesto, tendo explicado que a sua agremiação foi criada em 2007.

A associação controla 107 micro empresas de vários ofícios, com 830 postos de trabalho criados no município do Dande, no Bengo. Pascoal Augusto disse que o objectivo é criar mais postos de trabalho, de forma a contribuir com a diminuição do desemprego e a delinquência na província.

“Temos a necessidade de falta de instalações próprias, para realização das nossas actividades, falta de créditos financeiros e kits profissionais para a criação de micro empresas. Carecemos ainda de meios de locomoção para facilitar a interligação entre os municípios, para a descoberta de novos talentos”, disse Pascoal Augusto.

O ministro garantiu que vai atender as preocupações levantadas pela associação e anunciou para breve, no município do Nambuangongo, a construção de um novo centro de formação profissional ou pavilhão de artes e ofícios, em função do contexto e da realidade da população alvo, no âmbito do Plano de Acção de Promoção da Empregabilidade.

O município de Nambuangongo conta apenas com um pavilhão de formação profissional, localizada no Onzo, que ministra quatro cursos, mecânica, electricidade, carpintaria e serralharia, mas necessita de novos equipamentos.

O ministro congratulou-se com o normal funcionamento do SIAC, bem como o Instituto Nacional de Segurança Social (INSS) que tem 26.934 trabalhadores assegurados, dos quais1.544 recebem as suas pensões.

Fonte: GCII/MAPTSS

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »