PAPE cria em Malanje 497 postos de trabalho

  •   Qui, 11 de março de 2021, 10:05
  •   315 Views
  •   0
  •    

O Plano de Acção para Promoção da Empregabilidade (PAPE) criou, na província de Malanje, 497 postos de trabalho, o que elevou para 2.530 empregos já criados em sete províncias do país. A ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, presidiu o lançamento do PAPE, naquela província e referiu que o PAPE tem beneficiado jovens, que concluíram com êxito a formação profissional e consequentemente recebem microcréditos e kits profissionais de trabalho.

Além de Malanje, o Plano já foi lançado nas províncias do Cuando Cubango, Luanda, Uíge, Huíla, Namibe e Bié. Teresa Rodrigues Dias anunciou que em Malanje foram capacitados 342 jovens, sendo que 249 em empreendedorismo, especificamente em matérias de gestão básica de negócios e outros em cursos de curta duração. Dos 342 jovens formados, 55 receberam carteiras profissionais, que vão gerar 99 postos de trabalho. Foram ainda entregues 28 kits profissionais no âmbito do Fomento ao Auto-Emprego, para a geração de 163 postos de trabalho.

O PAPE contemplou ainda 131 pessoas com microcréditos que vão criar 280 postos de trabalho, além dos beneficiados, a delegação do Ministério da Administração Pública e Segurança Social deixou ainda 72 kits para os demais candidatos ao PAPE. No âmbito da inserção social, foi beneficiada uma cooperativa de recolha de resíduos sólidos, denominada Nzinga Mbandi, que foi contemplada com formação, equipamentos e meios de trabalho, criando consequentemente 25 postos de trabalho. Ainda em Malanje, no âmbito do Fomento ao Auto-Emprego, foram beneficiados 130 jovens, depois de terminarem com êxito a formação em empreendedorismo, precisamente em matéria de gestão básica de pequenos negócios, sendo que 74 receberam carteiras profissionais, outras 24 com kits profissionais, que resultou na geração de 80 postos de trabalho. A ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, disse, na ocasião, que em nome do Executivo, liderado pelo Presidente da República, João Manuel Gonçalves Lourenço, o lançamento PAPE em Malanje, é um compromisso assumido como um dos eixos da sua actuação e implementação de programas que visam, o aumento de níveis da empregabilidade, com mecanismo de combate à pobreza e exclusão social.

Agenda da ministra da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, Teresa Rodrigues Dias, está desta terça-feira, em Malanje, numa actividade de campo, deslocando-se a seguir a província do Cuanza-Norte, com objectivo de fazer o lançamento do Plano de Acçao para Promoção da Empregabilidade (PAPE).

Em Malanje, a delegação ministerial teve como primeiro destino o município de Caculama, na sede municipal de Mucari, onde foram atribuídos microcréditos, carteiras profissionais e kits de trabalho aos jovens. Ainda em Malanje, a titular do MAPTSS procedeu também, visitas de constatação aos serviços superintendidos, designadamente, IGT, INSS, INEFOP, SIAC e a Cidadela Jovens de Sucesso de Caculama.

Para a província do Cuanza-Norte, em Ndalatando, a ministra Teresa Rodrigues Dias vai lançar a primeira pedra para a construção da Cidadela Jovens de Sucesso do Cuanza-Norte, seguindo-se de uma palestra sobre o Agro-Negócio. Depois do acto seguir-se-á atribuição de microcréditos, carteiras profissionais e kits de trabalho aos jovens. Na ocasião serão ainda feitas visitas de constatação às obras de requalificação do centro de formação profissional de Ndalatando, aos serviços provinciais do Instituto Nacional da Segurança Social (INSS), Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional (INEFOP) e à Inspecção Geral do Trabalho (IGT).

Fonte: GTICI / MAPTSS

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »