Sector da Indústria foi o sector com maior índice de acidentes de trabalho

  •   Sex, 30 de abril de 2021, 7:45
  •   807 Views
  •   0
  •    

O Ministério da Administração Publica, Trabalho e Segurança Social, através da Inspeção Geral do Trabalho, realizou na quarta-feira 28 o acto Central do dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho. O acto teve lugar na Empresa Cimangola.

Na entrevista concedida aos Órgãos de Comunicação Social, o Inspetor Geral do Trabalho, Vassili Agostinho, disse que o sector da Industria foi a que registou mais casos de acidentes de trabalho, foram no total 336.  Já no que toca a acidentes fatais, o sector de prestação de serviços e agricultura, encabeçam a lista, com dois casos cada.

Apesar de haver uma redução do número de mortes, comparativamente ao ano de 2019, a Inspeção Geral do Trabalho, tem estado a trabalhar no reforço da sensibilização para a prevenção.

Vassili Agostinho, prestou estas declarações no acto Central das Comemorações do dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho. O evento que se assinalou no dia 28, teve lugar na Empresa Cimangola.

No que toca ao actual contexto Pandémico, Vassili Agostinho, disse que no âmbito das acções inspectivas, os inspectores estão orientados a verificar se as empresas estão a observar as regras de prevenção contra a covid-19 estabelecidas pelo Decreto Presidencial sobre o Estado de Calamidade.

De acordo com Director de Projetos da Empresa CIMANGOLA, Paulo Pacavira, actualmente, foi reforçado o quadro clínico com mais um médico a tempo inteiro. Neste momento, o quadro clínico da Cimangola já está vacinado e recentemente a empresa fez o registo para vacinar todos os seus colaboradores em resposta ao apelo do Ministério da Saúde.

Na cerimónia do Acto Central, por ocasião ao dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho, foram apresentados temas como:  Desafios da Segurança e Saúde no Trabalho no Contexto do Covid-19, Importância dos Seguros de Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais e Cimangola e as Medidas Sociais e de Biossegurança no Contexto da Covid-19.

Fonte: GTICI / MAPTSS

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »