Mais de 4 mil pessoas visitaram diariamente a primeira edição da Feira da Formação Profissional e Empreendedorismo (FENAFOPE)

  •   Ter, 18 de dezembro de 2018, 7:12
  •   270 Views
  •   0
  •    

Mais de 4 mil pessoas visitaram, diariamente, a primeira edição da Feira da Formação Profissional e Empreendedorismo (FENAFOPE), que decorreu durante os dia 6, 7 e 8 de Dezembro de 2018, numa promoção do Ministério da Administração Pública,Trabalho e Segurança Social (MAPTSS) por via do Instituto Nacional de Formação Profissional (INEFOP)

São pessoas de vários pontos de Luanda que acorreram ao certame que serviu para jovens empreendedores e artistas de diversas partes do país partilharem as suas técnicas de sucesso com cidadãos nacionais interessados no fomento ao autoemprego.

 O conjunto de artes e ofícios que os expositores mostraram na feira é o resultado do trabalho feito nos mais diversos centros de Formação Profissional tutelados pelo Instituto Nacional de Formação Profissional (INEFOP).

Durante a abertura da feira, o ministro do MAPTSS, Jesus Faria Maiato, referiu que o certame será um espaço com realização anual, onde os empregadores, que estão a procura de mão-de-obra qualificada, poderão manter contacto com as unidades formativas e os formandos.

Segundo o ministro, o MAPTSS está a desenvolver um ciclo de palestras no domínio do auto-emprego, empreendedorismo, com a intenção de ter no mesmo espaço diversos autores do sector produtivo, os que procuram mão-de-obra, assim como os docentes dos cursos profissionais, para que possam dialogar.

Para o governante, a iniciativa vai trazer uma mais-valia, sobretudo no reconhecimento da formação profissional e contribuir para que haja uma imagem mais real do resultado das formações profissionais.

O evnto Constituiu também a principal fonte de rendimento dos jovens que, diante da crise económica que o país enfrenta, apostam no desenvolvimento do auto-emprego. Na feira, os jovens criativos e empreendedores mostram, para as mais de quatro mil pessoas que que diariamente visitam o certame, produtos diversos e reciclados que podem servir de verdadeiros instrumentos de alavanca e apoio à diversificação da economia nacional.

Reconhecimento da competência

Manuel Mbangui, director do Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional (INEFOP), revelou que, doravante, a FENAFOPE passará a ser realizada em simultâneo com o encerramento do ciclo formativo do sistema nacional de formação profissional. De acordo com o responsável, o evento que hoje termina superou as expectativas, pelo elevado nível de concorrência, apesar de ser a primeira vez. A FENAFOPE propõe-se a ser um espaço de comunicação entre os cidadãos e os diversos operadores económicos, de orientação e debate em matéria de formação e empreendedorismo.

Segundo o director do INEFOP, o certame serve igualmente como um palco de exposição dos resultados concretos da actividade formativa realizada durante o ciclo formativo para aferir a capacidade técnica dos recém-formados. Por outro lado, serve também para os jovens empreendedores de sucesso que tenham beneficiado dos diversos programas, no domínio do emprego, partilharam experiências. “Embora seja a primeira experiência, registámos um nível de visitantes que ultrapassou a nossa expectativa. A ideia é continuar a trabalhar para somarmos no próximo ano”, finalizou.

Fonte: GCCI

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »