Primeira academia da Toyota inaugurada hoje em parceria com o Governo do Japão

  •   Sex, 16 de outubro de 2020, 8:40
  •   305 Views
  •   0
  •    

A primeira Academia da Toyota de Angola foi inaugurada, hoje em Luanda, pelo Ministério da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social e o Governo do Japão. A academia está localizada nas Instalações do Centro de Formação Profissional do Cazenga e faz parte de um memorando de entendimento entre o INEFOP/MAPTSS e a Toyota/Japão, e visa formar mecânicos para manutenção e reparação de automóveis.

Na base deste acordo está a parceria triangular INEFOP (Instituto Nacional do Emprego e Formação Profissional) – JICA (Agência Internacional do Japão) /SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) do Brasil –  e por último a Toyota de Angola.

O acordo visa capacitar 20 formadores reconhecidos pela Toyota, sendo que nesta primeira fase, o programa arranca com 10 profissionais escolhidos para promover a formação profissional e, disseminar acções de capacitação aos jovens com as melhores metodologias de ensino e aprendizagem com suporte de profissionais do SENAI do Brasil.

A cooperação entre Angola e o Japão teve início em 2009 e já formou mais de 7.000 jovens em diversas áreas do ensino profissional. O acordo consisti também no fornecimento de equipamentos, formação de formadores em áreas distintas, como na Metalomecânica, através do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI).

Segundo o Secretário de Estado para o Trabalho e Segurança Social, Pedro Filipe, o Executivo assumiu como grande compromisso apostar na formação profissional, como meio de potenciar a economia, com quadros qualificados para darem resposta aos inúmeros desafios do país.

Pedro Filipe afirmou que a intenção do Executivo é preparar quadros com qualidade, habilidades, criatividade, inovação que sustentem o processo de diversificação e dinamização da economia, fundamentalmente, com um perfil desejado pelas empresas.

O Secretário de Estado disse que a inauguração da academia constitui a concretização de um compromisso assumido há cerca de um ano, depois da assinatura do memorando de entendimento entre o Instituto Nacional de Emprego e Formação Profissional (INEFOP) e a Toyota de Angola.

Acrescentou que o acordo é estratégico, porque reflecte a preocupação do Governo com a formação profissional. Onde admitiu que não se pode ter êxitos sustentáveis, se não haver estrutura de quadros com capacidade para fazer andar o desenvolvimento.

O Secretário de Estado garantiu que o MAPTSS tem estado centrado na capacitação profissional dos jovens, porque terá reflexos directos nos níveis da empregabilidade, no caso particular da Academia de Toyota, vai formar mecânicos e garantir mais postos de trabalho.

 “Esperamos que os nossos formandos possam corresponder as expectativas do mercado e estar ao nível das exigências actuais”, apelou.

O foco do MAPTSS é a formação profissional e a promoção da empregabilidade. Por isso, o protocolo acordou numa primeira fase a capacitação dos quadros, para estarem habilitados a dar formação em outros profissionais.  O Secretário de Estado frisou que a formação dos primeiros formadores será de dois anos e um período de estágio de três meses no Brasil, com a intenção de não fazer uma acção paliativa, mas assegurar que os formadores tenham todas habilidades e instrumentos para replicar os projectos de forma a serem sustentáveis.

Fonte: GTICI / MAPTSS

Este poste foi útil para si?

Deixa o seu comentário!


Translate »